Cartão de Visitas
A Empresa
Serviços
Ancoragem
Vagas na ASA
Fotos
NR´s do M.T.E.
Publicações
Parceiros
Link´s


"Mantenha o meio ambiente de trabalho de seu empreendimento dentro das normas, evite ser penalizado com multas, elimine os transtornos. Além de ganhar tempo e economia com a finalização da sua obra. As atividades realizadas em altura são mais seguras com ancoragem adequadas".
 
Item obrigatório conforme a NORMA REGULAMENTADORA NR-18.15.56 e NR-35 TRABALHO EM ALTURA.

Projetos e instalações de PONTOS DE ANCORAGEM e LINHA DE VIDA. 
Refere-se ao Art. 5°. item 18.15.56 da Portaria nº. 157 de 10 de Abril de 2006, (Norma da Construção Civil), que obriga as edificações com o mínimo 4 pavimentos ou 12 metros de altura a possuírem dispositivo de ancoragem de equipamentos de sustentação de andaimes e de cabos de segurança para o uso de proteção individual, a serem utilizados nos serviços de limpeza, manutenção e restauração de fachadas.

A NR-18.15.56.1 Obriga que as edificações prediais e industriais o mínimo de 4 (quatro) pavimentos ou altura de 12 metros a partir do nível térreo, a possuírem dispositivo de ancoragem destinado a sustentação de equipamentos suspensos e cabos ou cordas de segurança para trabalhadores em altura, para uso de proteção individual, a serem utilizados nos serviços de limpeza, manutenção e restauração de fachadas.

Portaria 157 de 10 de abril de 2006 que em seus Artigos 5, 9, 10, 11 alteram a NR-18, regulamentando o uso obrigatório do item ANCORAGEM na construção civil e industrial, Atendendo também a Portaria número 313 de 23 de março de 2012 (DOU DE 27/03/2012, Seção I Pág. 140) Aprova a norma regulamentadora NR-35 TRABALHO EM ALTURA.
 
Para atender aos requisitos da norma regulamentadora, faz-se necessário a instalação de PONTOS DE ANCORAGEM em todo o perímetro da edificação, proporcionando desta forma o melhor custo-benefício em edifícios e indústrias. Visando, um ótimo sistema de ancoragem, nossa equipe técnica é formada por especialistas com capacidade para avaliar o dimensionamento das quantidades necessárias seguindo os padrões da NR- 18.15.56 e NR-35 Trabalho em Altura.

Também instalamos sistema de ancoragem para atender a Lei Municipal de Segurança contra incêndio.

QUALIDADES DAS NOSSAS PEÇAS

PLAQUETA_DE_ID
Fino acabamento e de grande resistência. Confeccionada em a
ço inox 316 micro fundida e eletropolida de categoria austenitico com capacidade de carga de até 12,7 Toneladas, resistente a intempéries, possuem certificado de garantia e qualidade segundo a NR-18. Além disso, os pontos de Ancoragem têm acabamento e design arrojado. Não interferindo na estética da edificação. 


Detalhes sobre o aço 316.
316 é Indicado para certas aplicações em temperaturas elevadas e meios oxidantes até 900ºC, em solicitação contínua, e até 850ºC em trabalho intermitente.

316L Aço similar e com aplicação idêntica ao 316, porém com teor de carbono bem mais baixo, o que o torna mais resistente à corrosão intergranular após alívio de tensões. Indicado para a fabricação de conjuntos soldados que não podem ser austenitizados após a solda.

Austeníticos
Alia alta resistência à corrosão com excelente trabalhabilidade, é muito requisitada na fabricação de peças que requerem resistência à corrosão e, também, de equipamentos químicos.

Os aços inoxidáveis austeníticos são especialmente demandados pelos segmentos de:
  •        Indústrias química e petroquímica
  •        Indústrias de alimentos e bebidas
  •        Indústrias farmacêutica e hospitalar
  •        Indústrias de papel e celulose
  •        Máquinas e Equipamentos
  •        Aplicações gerais
  •        Indústria Naval
E fabricação de eixos propulsores de aço inoxidável de alta resistência para embarcações náuticas.
Site Map